LEIA TAMBÉM

Diversas experiências e novas práticas internacionais foram conhecidas pelos gestores da Segurança Pública cearense, nos últimos meses, e adaptadas à realidade do Ceará. Assim como a visita ocorrida a Medellín, na Colômbia, que é exemplo mundial de cidade resiliente; e a TelAviv, em Israel, onde foi possível conhecer modelos de ferramentas tecnológicas e governança, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, participou de eventos e reuniões voltadas ao tema, em três cidades nos Estados Unidos.

Durante os dias 18 e 19 de junho, o gestor cearense participou de uma conferência em comemoração aos dez anos de existência do centro de pesquisa National Network For Safe Communities (NNSC), vinculado à Faculdade John Jay de Justiça Criminal, em Nova York. Também estiveram presentes o delegado geral da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Marcus Rattacaso; e o comandante geral da Polícia Militar do Ceará (PMCE), coronel Alexandre Ávila. O evento teve como “A ciência emergente de prevenção à violência”.

Os gestores participaram de painéis e palestras sobre assuntos como a institucionalização da prevenção à violência nos governos; sobre o refinamento das leis na prevenção à violência e de como ela deve ser eficaz; a prevenção aos crimes violentos, os impactos que esses delitos provocam nas comunidades e naqueles que circundam as vítimas, além de apresentações feitas por representantes americanos, e de outros países, sobre as inovações e as fortes estratégias utilizadas na segurança pública.

“Quisemos conhecer as experiências, porque eles adotam a estratégia da dissuasão focada, que é algo que eu vinha estudando e fiz algumas adaptações para aplicarmos aqui no Estado do Ceará. Nós temos uma equipe da Polícia Civil que já realiza essa iniciativa, mas que ainda está em desenvolvimento. Então essa foi uma oportunidade de conhecer esse trabalho policial focado em determinadas pessoas. Embora seja importante destacar também, o viés da prevenção e de trabalhos sociais nas comunidades”, destacou André Costa.

Ainda na cidade nova-iorquina, os titulares da Segurança cearense participaram de reuniões com chefes de polícia da New York City Police Department (NYDP), que é o Departamento de Polícia da cidade de Nova Iorque. Nas dependências da corporação, eles conheceram o funcionamento de setores, como o Department Joint Operations Center (JOC), que integram órgãos federais e estaduais americanos; e o Real Time Crime Center, onde funcionam os sistemas de monitoramento em tempo real da NYDP, e onde são realizados os despachos de ocorrências policiais. Em um contexto local, o funcionamento se assemelha ao que ocorre na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS.

“Foi um momento voltado às estratégias de policiamento. Os chefes de polícia nos passaram o que é utilizado em Nova Iorque pelo departamento, e ouviram o que estamos implantando, atualmente, em território cearense. Com essa troca de experiência, a NYPD nos repassou algumas recomendações, que buscaremos adaptá-las para serem utilizadas em nosso Estado”, destacou André Costa.

continua depois da publicidade

continue lendo

O exemplo de Nova Iorque

Outra importante troca de experiência aconteceu durante a reunião dos representantes cearenses, com William Bratton, que é apontado como o responsável pelas reduções nos índices de violência em Los Angeles e Nova Iorque. Idealizador da “política de tolerância zero”, que é baseada na “Teoria das Janelas Quebradas”, William Bratton montou uma estratégia visando combater toda e qualquer ação criminosa de menor potencial ofensivo, com o objetivo de evitar delitos maiores.

“Ele foi comissário da Polícia de Nova Iorque por duas vezes, inclusive foi durante a gestão de Bratton que a cidade passou a reduzir os índices criminais. Foram os modelos implementados por ele que impactaram nesses números. Inclusive, com a consolidação desse trabalho, que permanece até hoje, que Nova Iorque reduz a violência há 25 anos. Então esse momento de troca de experiência reforça a importância de políticas fortes e permanentes, que impactem positivamente na segurança pública de um território. É o que estamos fazendo atualmente no Ceará”, ressaltou André Costa.

Las Vegas e Washington DC

Antes de Nova Iorque, nos dias 11, 12 e 13 de junho, André Costa realizou uma visita técnica a sede da empresa Hexagon Safety & Infrastructure, em Las Vegas. Lá, o secretário da SSPDS e profissionais de segurança de mais de 50 países tiveram a oportunidade de conhecer as atualizações dos sistemas criados para o tratamento de dados e informações que chegam por meio das ligações feitas ao 190, bem como para o despacho de ocorrências.

A Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) utiliza o sistema em questão, que passou por uma atualização em 2017, com um investimento de quase R$ 2 milhões feitos pelo Governo do Ceará. Costa participou inclusive de uma reunião com o presidente mundial da Hexagon, Steve Cost, e com o gerente geral da Hexagon Safety & Infrastructure no Brasil, Sérgio Nunes.

“Agora, eles apresentaram uma visão da empresa sobre a questão do policiamento, a importância do tratamento de dados e de como podemos resolver muitos desafios. Eles apresentaram uma nova versão do sistema, que atualmente é utilizado em Nova Iorque e em Washington. Por isso, trabalharemos para implementar essa tecnologia, que não é utilizado em nenhum estado brasileiro. Com as tecnologias já desenvolvidas aqui, aliadas às ferramentas da empresa, mais uma vez sairemos à frente no país em termos de tecnologia”, disse.

Já no dia 14, o secretário André Costa esteve em Washington DC, onde pôde conhecer o funcionamento, na prática do sistema. “Tivemos a oportunidade de conhecer o centro da polícia de Washington, que se assemelha à nossa Ciops. Comparamos o que temos aqui e as ferramentas utilizadas por eles, com isso, podemos analisar as diferenças, visando melhorar ainda mais os nossos processos internos”, concluiu.

  • Acompanhe as ações do Governo pelo Whatsapp

O post Gestores da Segurança Pública do Ceará trocam experiências no combate à criminalidade com autoridades dos EUA apareceu primeiro em Governo do Estado do Ceará.

A informação é da Assessoria de Comunicação