LEIA TAMBÉM

A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) recebeu 28 peritos criminais em genética forense de cada unidade federativa e do Distrito Federal para o “Curso de Formação de Gestor da Qualidade e Novos Requisitos para Auditorias”, promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). O curso é um quesito obrigatório para os laboratórios de DNA Forense que integram a Rede de Banco de Perfis Genéticos (RIBPG), a fim de cumprir requisitos técnicos estabelecidos em Resolução publicada pela Rede, para se adequarem e serem submetidos a realizações de auditorias nos laboratórios e bancos que compõem a RIBPG. O curso teve início no dia 13 de agosto e seu encerramento ocorreu na última sexta-feira (23), no núcleo Fortaleza da Pefoce.

Foram convidadas especialistas em genética, biossegurança e gestão de qualidade que atuam em importantes órgãos do País para ministrar as palestras. Maria Helena possui 20 anos de experiência em acreditação de laboratórios, MBA em Gestão Institucional, especialização em Gestão de Pessoas e Biossegurança em Laboratórios; Kátia Michelin é perita criminal federal desde 2002 e em Genética Forense desde 2006, atuou na implantação do Sistema de Gestão da Qualidade dos Laboratórios Forenses do Instituto Nacional de Criminalística (INC) tendo exercido a função de Gerente da Qualidade da Diretoria Técnico Científica da Polícia Federal (PF); e Neide Godinho, perita criminal aposentada do Instituto de Criminalística Leonardo Rodrigues, tem experiência na área de Genética, com ênfase em genética humana, atuando principalmente nos seguintes temas: genética de populações humanas, DNA forense e criminalística. Foi responsável pela implantação do Sistema de Gestão da Qualidade no Laboratório de Genética Forense do Estado de Goiás.

De acordo com Samyra Brasil, perita legista do Núcleo de Perícia em DNA Forense (NUPDF) da Pefoce, que foi coordenadora do curso pela Senasp, a formação é imprescindível para que aos órgãos com laboratórios de DNA Forense se adequem à nova resolução, trabalhando sempre com a máxima qualidade e excelência. “Os laboratórios precisam trabalhar obedecendo e cumprindo os novos requisitos da resolução e para isso é preciso capacitar toda equipe técnica a fim de seguir tais parâmetros com o objetivo de produzir laudos técnicos cada vez mais robustos para a sociedade”, explica.

continua depois da publicidade

continue lendo

No encerramento do curso, o perito Geral do Ceará, Ricardo Macêdo, agradeceu a Senasp pela oportunidade de sediar esse importante congresso que visa melhorar a qualidade dos órgãos técnico-científicos e falou sobre a relevância de haver essa reunião entre os peritos de diferentes estados para troca de conhecimento na categoria. Ao longo do curso, os 28 peritos discentes tiveram palestras nos períodos manhã e tarde com conteúdo específico. Uma perita legista da Pefoce do (NUPDF) da Pefoce também participou da formação.

Capacitação

Os peritos do Núcleo de DNA da Pefoce participam de cursos e capacitações com frequência. No mês de março deste ano, eles realizaram o curso de atualização do Sistema de Banco de Dados da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG). O treinamento foi realizado em Brasília, no Distrito Federal (DF). No ano passado, a Pefoce recebeu mais de 60 peritos de 15 estados diferentes do Brasil para participarem do “Curso Avançado em Análise Genética de Amostras Complexas STRs e DNA Mitocondrial”. O congresso foi realizado em parceria com a Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp).

  • Acompanhe as ações do Governo pelo Whatsapp

O post Pefoce realiza formação de peritos em curso da Secretaria Nacional de Segurança Pública apareceu primeiro em Governo do Estado do Ceará.

A informação é da Assessoria de Comunicação