LEIA TAMBÉM

Ulgo Oliveira/Governo da Bahia Energia - renováveis - éolica solar (Parque eólico e painéis solares na Bahia) Parque eólico e painéis solares na Bahia

A Frente Parlamentar Ambientalista e a Frente Parlamentar Mista em Apoio aos Objetivos de Desenvolvimentos Sustentáveis da ONU promovem live nesta quarta-feira (12), às 10 horas, sobre a importância da energia limpa no País.

Energia limpa é aquela proveniente de fontes que não geram resíduos poluentes e nem contaminam o ecossistema durante o processo de produção ou consumo, como a eólica e a solar.

O acesso sustentável à energia para todas as pessoas é um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030.

No Brasil, segundo a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, 83% da matriz elétrica vêm de fontes renováveis: 63,8% de hidrelétricas, 9,3% de usinas eólicas, 8,9% de biomassa e biogás e 1,4% de energia solar. Alguns especialistas ressaltam, no entanto, que as hidrelétricas, apesar de usar fontes renováveis, causam grande impactos ambientais.

continua depois da publicidade

continue lendo

Debatedores
Foram convidados para o debate:
– a vice-presidente de geração distribuída da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, Bárbara Rubim;
– o vice-presidente da Associação Movimento Solar Livre, Anaibel Novas;
– o diretor técnico da Associação Brasileira de Energia Eólica, Sandro Yamamoto;
– o presidente do conselho de administração da Associação Brasileira de Eólicas Marítimas, Marcelo Storrer P. Garcia.

O evento terá transmissão ao vivo nas páginas da Frente Parlamentar Ambientalista no Facebook e no YouTube. O colegiado é coordenado pelo deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP).