LEIA TAMBÉM

Divulgação/Agência de Notícias do Paraná Saúde - geral - amamentação bebês nutrição infantil recém-nascidos leite materno maternidade Proposta em análise na Câmara tenta reduzir risco de contaminação de crianças menores de um ano

A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados promove live nesta terça-feira (4), às 14h30, para discutir o Projeto de Lei 2765/20, que institui normas para proteção de bebês e puérperas durante a pandemia de Covid-19.

O debate é uma iniciativa das deputadas Erika Kokay (PT-DF) e Sâmia Bomfim (Psol-SP), autora da proposta.

Entre outras medidas, o PL 2765/20 amplia o período da licença-maternidade, de 120 para 180 dias, e o da licença-paternidade, de 5 para 45 dias, enquanto durarem as medidas de enfrentamento da pandemia no País.

continua depois da publicidade

continue lendo

O texto também cria a licença-cuidador, que tem o objetivo de estender o período de licença para cuidados com o bebê por mais 180 dias. Esse período seria, portanto, somando aos 180 ou 45 dias.

“A licença-cuidador, um mecanismo de cuidado social emergencial, busca diminuir o risco de exposição de crianças menores de um ano à Covid-19, que poderia colocar em perigo a saúde de todo um grupo familiar”, afirma Sâmia.

Convidadas
Foram convidadas para a discussão:

  • a jornalista e ativista por inclusão, direitos e cidadania das pessoas com deficiências e suas famílias Andrea Werner;
  • a pesquisadora do Observatório Feminista do Nordeste Ingrid Farias;
  • a farmacêutica Karla Kobal;
  • a antropóloga e presidente do LeME-Leite Materno na Escola, Renata Albuquerque; e
  • a jornalista e pós-graduanda em aleitamento materno Veronica Linder.

Transmissão
O público poderá acompanhar o debate na pagina da Secretária da Mulher no YouTube.